Campos do Jordão

Por - Categoria: Brasil, Campos do Jordão, São Paulo

wps_clip_image-15144

Fui a Campos do Jordão no final de Março e vou contar pra vocês um pouquinho dessa rápida e deliciosa viagem!

Chegamos em Campos do Jordão na noite de sexta, 28/03, eu e meu noivo, depois de 6 horas de viagem, saindo do Rio. Aí vocês se perguntam: Caramba 6 hs de viagem???? Sim, porque o GPS resolveu fazer o caminho mais longo!

Às 21:00 hs chegamos à Pousada Recanto Almeida, custo benefício ótimo, ficaria lá outras vezes. Café da manhã com pães, frutas, frios, bolos, sucos naturais variados, iogurtes, enfim, grande variedade. Às 16:00 hs eles servem o chá da tarde, também muito gostoso!

wps_clip_image-9187                                                                                                               Vista da suíte com varanda

No sábado acordamos cedo, apesar do café ir até às 11 hs, pois queríamos passear bastante, mas com calma. Tomamos um café da manhã reforçado e fomos pra rua!

Primeira parada Morro do Elefante! Vamos de teleférico?? Não!!!! Não subo naquelas cadeirinhas nem que me paguem! Morro de medo! Fomos de carro mesmo! Lá em cima, além da vista, tem uma feirinha de artesãos locais, muito bonitinha. Vende coisas bem legais. Atração gratuita, se quiser ir de teleférico tem que pagar.

wps_clip_image-7607                                                                                                  Morro do Elefante e uma parte da feira

Após o Elefante, fomos a Ducha de Prata, cachoeira cartão postal da cidade. Lá também tem um pequeno comércio cheio de lembrancinhas legais! Também gratuita.

wps_clip_image-5276

Ainda passeamos de carro pela cidade e resolvemos parar o carro e andar por Vila Capivari. Aproveitamos e fomos comer o Pastelão do Maluf. Tem muitos sabores e o pastel é dividido ao meio, ou seja, dá pra pedir sabores diferentes e dividir! Muito gostoso, é uma refeição! E também é bem caro, o pastel varia de 15,00 a 30,00 reais.

wps_clip_image-2580

wps_clip_image-30406Pastel gigante!

Demos um tempinho e já estava quase na hora do tour da Baden Baden, que era às 17 hs. Pegamos o carro, voltamos ao hotel para trocar de roupa e fomos pra lá! A fábrica é um pouco escondida, mas conseguimos chegar lá! O tour tem apenas 10 min. No final experimentamos 2 tipos de cerveja. Compramos algumas na lojinha e voltamos à Capivari pois queríamos conhecer o bar da Baden Baden. O Tour custa 15,00 por pessoa.

Pedimos uma cerveja Witbier e uma Weiss e uma porção de salsichas variadas alemãs. Estava tudo muito gostoso e o serviço excelente!

wps_clip_image-202                                                                                                                              Fábrica

wps_clip_image-18466                                                                                                                        Restaurante e bar

Depois de comer passeamos um pouco por lá e paramos para tomar chocolate quente no Montanhês, e como ninguém é de ferro, compramos um chocolatinhos também.

No domingo acordamos um pouco mais tarde. Íamos ao Horto, mas como o tempo fechou um pouco e parecia chover, deixamos pra uma próxima oportunidade, já que lá temos que pagar pelo carro mais cada passageiro dentro dele. Vale a pena passar uma manhã inteira lá!

Mudamos nosso rumo e fomos visitar a Casa da Xilogravura! Que lugar interessante! Xilogravura é a arte da impressão de gravuras no papel, usando uma matriz entalhada em madeira. Tem um acervo fantástico e também conta a história de Chiquinho, o cachorro de Antônio Costella, que é um mestre em xilogravuras. Chiquinho foi o narrador de várias edições do livro Patas, e seu memorial fica em frente ao museu. A entrada custa 5,00 reais.

wps_clip_image-225                                                                                                                             Chiquinho

wps_clip_image-11647

 

wps_clip_image-22916

wps_clip_image-23687

wps_clip_image-10296

wps_clip_image-18726

Após fomos em direção à Gruta dos Crioulos, lugar para onde os escravos iam, para escapar do capitão do mato das fazendas. Lá tive o apoio da estudante monitora Inara, que nos conduziu pela mata e gruta, explicando mais sobre a história do lugar. O acesso é precário a partir de certo ponto. Visita gratuita.

wps_clip_image-5068

wps_clip_image-16183

Também visitamos o Palácio Boa Vista, casa de inverno do Governador de São Paulo. Não foi permitido fotografar lá dentro, apenas na parte externa, mas eles estão com uma mostra de móveis da época do império. A visita é gratuita.

wps_clip_image-8145

Pra terminar o dia conhecemos o parque Felícia Leirner, com várias esculturas da artista, e também onde acontece vários shows do Festival de Inverno de Campos do Jordão! Passamos na Baronesa para comprarmos umas deliciosas geléias, pena que o café está em obras…..

wps_clip_image-1700

wps_clip_image-25784

Voltamos para Capivari para jantar e fomos no Safári Café! Ambiente legal com boa comida.

Na segunda, hora de voltar pra casa. Tomamos café e pegamos a estrada. Na volta fizemos em 4,5 hs. Dessa vez nada do GPS me enganar rsrsrsrsrsrs.

Sites importantes:

Horto Florestal

Safari Café

Museu da Xilogravura

Cervejaria Baden Baden

Outras atrações

Pastel do Maluf

Palácio Boa Vista

Museu Felícia Leirner

Baronesa Café

Chocolates Montanhês

Pousada Recanto Almeida (fechei pelo Booking)

Esse é o meu relato! Campos do Jordão é uma cidade cara para se hospedar e comer! Em compensação muitas de suas atrações são gratuitas ou com preços baixos.

Nos conte sua experiência nessa linda cidade. Até a próxima!

Comments

comments