Como andar de metrô em Nova York – Parte 1

Por - Categoria: Dicas, EUA, Nova York

Olá queridos viajantes!

Andar por Nova York não é difícil… Com muitas das ruas e avenidas numeradas em Manhattan, fica fácil se localizar. Pra desbravar a cidade, o melhor meio de transporte disparado é o metrô – nada de querer alugar carro quando estiver lá, pelo amor de Deus… hehe!!!

O metrô de Nova York não é, digamos assim, bonito e limpinho. As estações em geral são feias, velhas, sujas (ver rato pelos trilhos, quiçá nas plataformas, é comum… urgh), muito quentes no verão, gelaaadas no inverno, ou seja, nada agradáveis. Porééém, elas são extremamente funcionais e cobrem a cidade toda, e isso é o que importa, não é? De que adianta ter estação bonitinha e relativamente moderna só em uma parte mínima da cidade, como acontece aqui em SP? :(

Mapa do metrô de Nova York. Para baixar o mapa completo em pdf: http://web.mta.info/nyct/maps/subwaymap.pdf

Mapa do metrô de Nova York. Para baixar o mapa completo em pdf: http://web.mta.info/nyct/maps/subwaymap.pdf

Preço: A tarifa única – Single Ride Ticket” – custa $2.75, mas não vale a pena comprar em caso nenhum, a não ser que você só vá usar uma vezinha mesmo (o que eu duvido!). Então, esqueça que ela existe… rs. O que vale a pena mesmo é adquirir o Metrocard, uma espécie de “bilhete único” deles lá (mas muito mais funcional e completo, claro rs), que vale tanto para o metrô quanto para os ônibus locais. O Metrocard custa $1 e, com ele, cada ride (viagem) custa $2.50.

Metrocard

Existe o Metrocard na opção Pay-Per-Ride, em que você coloca créditos que vão sendo gastos de acordo com as viagens que faz; a cada uma, $2.50 são descontados do crédito do seu cartão. Quando você carrega com mais de $5, recebe um desconto de 5% – ou seja, carregando com $20, o crédito no seu Metrocard será de $21.

Outra opção é a chamada Unlimited Ride, em que você pode usar o Metrocard quantas vezes quiser dentro de um determinado período de tempo. Os mais comuns são os de 7 dias (que custa $30) e de 30 dias ($112). O de 7 dias já compensa se você for ficar 5 dias ou mais na cidade, e o de 30 dias já compensa se você for ficar pouco mais de 3 semanas.

Até pouco tempo atrás, se você escolhesse um cartão de uma modalidade, poderia colocar um refil apenas naquela mesma modalidade. Explicando: se seu Metrocard fosse Pay-Per-Ride, você só poderia recarregá-lo com mais créditos; se fosse Unlimited, só poderia renová-lo por mais tempo (desde que já usado alguma vez e ainda no prazo de validade de uso). Porém, eles não se “misturavam”, digamos assim. Hoje, isso mudou, e, de acordo com o site oficial do metrô, você pode colocar mais créditos num cartão Unlimited, ou então transformar seu Pay-Per-Ride num Unlimited, sem ter que comprar um novo cartão. Para isso, basta levar seu Metrocard até uma estação ou Vending Machine para fazer as transações. Para ler mais sobre modalidades e valores, clique aqui.

Como comprar: é super fácil! Dentro da maioria das estações de metrô existem máquinas vendendo o Metrocard. Você pode comprar com cartão de crédito ou débito na maioria delas, porém algumas só aceitam dinheiro em notas não muito altas. Algumas estações contam, ainda, com cabines com funcionários vendendo os tickets. Assim, deixe para comprar quando for usar pela primeira vez o metrô.

E não tenham medo, não é difícil usar a máquina! Basta ir seguindo o passo-a-passo que ela mesma te dá: escolha o tipo de Metrocard que mais se adequa à sua viagem (se Pay-Per-Ride ou Unlimited), depois escolha o valor que quer colocar (no primeiro caso) ou então a quantidade de dias (no segundo) e então é só colocar o dinheiro na máquina ou passar o cartão. Se pedirem pra digitar algum Zip Code, pode colocar o do hotel mesmo (eu sempre coloco).

máquina

Segurança e tempo de espera: pelas estações de metrô de Nova York circula todo tipo de gente, desde engravatados a mendigos, passando por turistas. Você, vez ou outra, vai ver gente “estranha”, mas não se preocupe demais, pois no geral ele é bastante seguro.

O metrô funciona 24 horas/dia, mas de noite algumas estações fecham e o tempo de espera por um trem aumenta consideravelmente. Segundo as informações do site oficial (link), a espera é de no máximo: 5 minutos nos horários de pico, 10 minutos durante o dia, 15 minutos após as 8:00pm e 20 minutos após a meia-noite.

Então, caso você precise pegar o metrô em horários mais tardios, quando as plataformas ficam vazias e o tempo de espera aumenta bastante, o melhor a fazer, segundo orientação oficial, é esperar nas chamadas “Off-Hour Waiting Area”, uma área específica sinalizada por uma placa amarela, e de onde você consegue ser monitorado pelos funcionários da estação.

Preste atenção também em avisos extraordinários eventualmente afixados nas estações, pois algumas linhas regulares podem não estar funcionando nos fins-de-semana, por exemplo, em razão de alguma obra, ou então alguma estação pode ter seu horário de funcionamento alterado por algum motivo. Caso algo assim ocorra, avisos de papel são colados nas estações aos montes, com certeza você vai perceber (e talvez tenha que acabar alterando seu trajeto).

Agora que essa “introdução” já foi feita, no próximo post vem a parte prática – como andar de metrô sem se perder por lá? Em princípio pode parecer bem difícil, mas não é, acredite! No segundo dia de uso você já vai estar craque, e pra te ajudar vamos fazer um passo-a-passo.

Não percam, e até lá! :)

 

Comments

comments