Disneyland Paris

Por - Categoria: Europa, França, Paris

Amigos viajantes,

Hoje vou falar de um tema que simplesmente amo: Disney. Mais especificamente a Disneyland Paris. Quero dar informações básicas sobre o passeio, e principalmente dar minha opinião sobre os parques, já que é comum a dúvida “ir ou não a Disneyland Paris” e as opiniões sobre a questão são muito divergentes.

A Disneyland Paris foi inaugurada em 1992 e o complexo é composto por dois parques (Disneyland Park e Walt Disney Studio), uma área de lojas e restaurantes (Disney Village) e resorts.

image

Entrada do Disneylândia Park

O Disneyland Park foi o primeiro a ser inaugurado e é composto por 5 “terras mágicas”: Main street, Fantasyland, Frontierland, Adventureland e Discoveryland.

image

Entrada do Disneylândia Park

O símbolo do parque é o Castelo da Bela Adormecida. Ao contrário do castelo da Cinderela, em Disneyworld, é possível entrar dentro desse castelo, onde está ilustrada a história da Princesa Aurora. Nesse parque são encontradas atrações semelhantes às de Orlando (Phantom Manor, Big Thunder Mountain, It’s a small world’, Dumbo the Flying Elephant, Pirates of the Caribbean, Buzz Lightyear Laser Blast) e outras diferentes (Alice’s Curious Labyrinth, Indiana Jones and the Temple of Peril, Space Mountain: Mission 2).

image

Castelo da Bela Adormecida

image

Detalhe do interior do castelo

image

Alice’s Curious Labyrinth

image

Big Thunder Mountain

image

Pirate’s Beach

O Walt Disney Studios é um parque pequeno, mas com atrações radicais e imperdíveis, como Crush’s Coaster, Tower of terror e Rock’n’ Roller Coaster Starring Aerosmith. Recentemente foi inaugurada a Toy Story Playland, com atrações inspiradas no filme Toy Story.

image

image

image

Toy Story Playland

É importante saber algumas atrações tem o sistema de fast pass e single rider, que podem otimizar o tempo no parque. O Fast Pass (http://us.parks.disneylandparis.com/fastpass.xhtml) pode ser retirado na entrada de determinadas atrações e ele determina o horário que a pessoa pode voltar a atração enfrentando uma fila especial, bem menor que a fila comum. O single rider, encontrado nas atrações Toy soldiers Parachute Drop e RC Racer, ambas em Toy Story Playland, em Walt Disney Studios, é uma fila para quem está ou não se importa de ir sozinho nas atrações; os funcionários vão ocupando os espaços vazios, fazendo com que o tempo de espera seja infinitamente menor. Além disso, eles contam com o sistema de baby switch para pais que estão com crianças pequenas que não podem entrar em determinadas atrações. Funciona da seguinte maneira: um dos pais enfrenta a fila do brinquedo e na entrada do brinquedo avisa ao funcionário que está acompanhado de uma pessoa com uma criança pequena. O funcionário dá um ticket para o acompanhante não precisar enfrentar a fila da atração novamente.

Em Disney Village há uma variedade de lojas e restaurantes e cinemas. Com relação aos restaurantes, eu fui ao Café Mickey, um jantar com a presença dos personagens (Mickey, Minnie, Pluto, Pateta e Pato Donald). O jantar é a la carte com uma opção variada de entrada, prato principal e sobremesa, inclusive com menu infantil. Foi necessário fazer a reserva cerca de um mês antes pelo telefone +33(0)160304050. Também tive experiência no Rainforest, um restaurante temático, que imita o cenário de uma floresta tropical. O destaque é a sobremesa VOLCANO, gigante, por sinal, composta por sorvete, brownie, chantilly e cobertura.

image

Café Mickey

image

Volcano – Rainforest Café

No site oficial (http://www.disneylandparis.com/) você pode encontrar todas as informações sobre horários, atrações, restaurantes, mapas, enfim, tudo o que precisa para preparar sua visita!

Ao contrario dos parques de Orlando, é possível ir de um parque a outro e também para Disney Village a pé. O acesso de Paris para os parques é fácil; há uma estação de metro no complexo, onde passa a linha RER A. Porém como é uma região fora de Paris, é necessário comprar um ticket diferenciado, adquirido nas bilheterias das estações de metro da capital francesa.

Existe uma grande dúvida com relação a “quantos dias são suficientes par conhecer os parques”. Na maioria das vezes eu fiz os dois parques em um dia. Eles não são grandes, então dá para priorizar as principais atrações, principalmente nos meses de baixa temporada. Mesmo indo nas férias, consegui fazer isso. Fiquem atentos pois há um ingresso especifico para isso (2 parques/1 dia). Mas tem gente que faz questão de apreciar cada detalhe, fazer e repetir todos os brinquedos. Nesse caso sugiro fazer um dia o Disneyland Park e no outro Walt Disney Studios e Disney Village.

Como falado antes, há uma grande discussão sobre ir ou não a Disneyland Paris. Muitos gostam, muitos não gostam. Então gostaria de deixar minhas impressões sobre os parques.

Eu sou mickeyra de carteirinha! Amo tudo relacionado a Disney, então nunca pensei na possibilidade de ir a Paris sem visitar o Mickey! Mas confesso que a Disneyland Paris está longe de ter a magia e o encanto dos parques de Orlando. Eu já fui 4 vezes, todas durante o verão europeu, então sempre peguei parques cheios (muito cheios!), e afirmo que eles não tem estrutura para receber grande quantidade de gente. Nessas épocas é comum brinquedos interromperem o funcionamento durante o dia, o serviço de FAST PASS de alguns brinquedos não funcionar, não utilizarem a fila single rider e tirar foto com personagens é uma missão impossível, pois não há fila organizada, é na base do empurra-empurra e só consegue tirar a foto e pegar autografo quem é mais esperto, portanto perde-se um pouco do encanto. Digo isso porque já presenciei tudo o que estou relatando. Então conheço muitas pessoas que saem frustradas dos parques, especialmente aquelas que conhecem a organização e a magia dos parques de Orlando, onde tudo funciona perfeitamente. Mas eu, particularmente, gosto, e voltarei sempre que for a Paris! É passeio obrigatório para mim! Amo entrar na Main Street e ver o castelo ao fundo, amo sentar no meio fio comendo cachorro quente da Casey’s Corner enquanto espero a parada da tarde, amo me arrepiar ao ver o Mickey, amo a adrenalina da Space Mountain, e tudo isso me faz passar por cima da falta de organização e de estrutura e curtir! De todas as maneiras: cantando a musica do Small World, dando “tchau” para os personagens durante a parada, me arrepiando ao ver o castelo!

Minha sugestão: se for mickeyro, se tiver com crianças, se tiver com o roteiro folgado em Paris, vá e tire suas próprias conclusões!

image

image

Castelo enfeitado durante a época de Natal

by Ana Cristina Nacife

Comments

comments